Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Enriquecimento ambiental para cachorros

O enriquecimento ambiental para cachorros é uma das melhores formas de fazer com que o seu pet se desenvolva bem e interaja com o ambiente onde ele vive. Quanto mais estimulados, mais felizes e saudáveis nosso bichinhos ficam, além de ser muito importante para evitar problemas comportamentais, ganho de peso, agressividade e outras doenças.

Quanto mais incluir diversão e exercícios na rotina do peludo, ou seja, enriquecimento ambiental, melhor!

O que é enriquecimento ambiental

O enriquecimento nada mais é do que deixar o ambiente onde seu cachorro vive mais estimulantes e desafiador. Isso ajuda a manter o doguinho entretido e as suas características, como olfato e audição mais aguçados, e também para preservar seus instintos que são muito importantes para o desenvolvimento sadio, por exemplo a busca por alimentos, cavar, explorar. 

Essa técnica é muito legal para cachorros que ficam muito tempo sozinhos em casa, assim ele tem sempre uma atividade para se concentrar e não sente tanto tédio e a falta do dono. 

Quando enriquecemos o ambiente onde nossos pets passam a maior parte do tempo,  conseguimos deixá-los não só mais felizes, mas também mais saudáveis. Os principais benefícios do enriquecimento ambiental para cachorros são: 

  • Gasto de energia física e mental, e consequentemente bem-estar;
  • Conexão com os instintos;
  • Desenvolvimento de habilidades e inteligência;
  • Redução da agressividade;
  • Diminuição do medo de situações novas;
  • Melhora na confiança do pet. 

E vale lembrar que não existe apenas um tipo de enriquecimento ambiental e o ideal é conseguir conciliar e estimular vários sentidos ao mesmo tempo. Os principais tipos de enriquecimento ambiental são:

  • Cognitivo – Esse tipo de estímulo está ligado a parte mental do cãezinhos, exercitando o raciocínio e a memória. Um exemplo desse enriquecimento são bolinhas interativas, em que o cão precisa rodar e mexer para que saia ração, ou até mesmo um mini circuito de treinamento em casa.

  • Alimentar –  O objetivo aqui é estimular o comportamento de caça e de desafio dos cães, que é algo natural, durante a alimentação. Uma maneira de fazer isso é utilizando comedouros desafiadores ou rações com diferentes tamanhos e texturas.

  • Físico – O enriquecimento físico é para estimular a atividade física e interação com o espaço. Basta usar a criatividade e criar um ambiente divertido para o cachorro, com caixas de diferentes tamanhos, cordas penduradas para ele morder e locais que ele possa se esconder, por exemplo. 

  • Social –  O enriquecimento ambiental social busca integrar o pet em outros ambientes, como na natureza, e em contato com outros animais, inclusive de outras espécies, e pessoas. O ideal é que essa socialização comece desde filhotes e pode ser feita em parques enquanto caminham, ou até mesmo quando você recebe visitas em casa.

Como colocar em prática? Dicas para deixar sua casa mais divertida para os doguinhos 

Bom, vamos combinar que não é simplesmente deixar os brinquedos do seu dog jogados pela casa e esperar que ele se sinta estimulado, né? É preciso criar uma atividade realmente estimulante e divertida. 

Por isso, trouxemos alguns exemplos de atividades simples para fazer o enriquecimento ambiental do seu dog um sucesso:

1. Brinquedos inteligentes 

Existem diversos brinquedos inteligentes que desafiam o pet e os distraem por horas. Geralmente são brinquedos recheáveis, que você coloca ração seca, frutas ou petiscos dentro deles e o cachorro tenta “caçar” a comida. 

Ou se quiser uma opção mais barata, pode fazer alguns furos em uma garrafa pet, de acordo com o tamanho do petisco que você irá colocar dentro. O importante é que o pet tenha uma certa dificuldade, mas consiga conquistar o prêmio, para não perder o interesse.

O essencial é fornecer brinquedos com texturas, cheiros e barulhos variados. Cada animal terá preferência para um tipo de som ou textura, o importante é encontrar o tipo que trará maior divertimento ao seu pet.

2. Esconder petiscos

Esconder petiscos pela casa é como uma caça ao tesouro para o pet! A ideia é estimular o olfato do cachorro e recompensá-lo com o petisco, após o esforço dele.

Dê preferência aos petiscos com cheiros mais fortes e coloque em lugares em que o doguinho tenha acesso, mas que não sejam tão fáceis de encontrar, como por exemplo, em uma caixa de papelão e com alguns furinhos. Assim, o pet terá que descobrir como abrir a caixa para poder pegar o petisco.

3. Cubos de gelo

Principalmente nos dias quentes, os cubos de gelo ajudam o animal a “caçar” seu alimento e ainda a se refrescar. Essa dica também é muito legal para cães que estão trocando os dentes.

Basta congelar alguns petiscos, pedaços de frutas ou até porções de ração úmida em pequenos recipientes com água. Para poder comer o petisco, o cachorro terá que lamber ou triturar o gelo, estimulando seus sentidos e paladar.  

Mas aqui vale um ponto de atenção! Não esqueça de tirar cascas e sementes das frutas e garantir que elas não são proibidas para ingestão do seu dog, ok? Mesmo sendo naturais, muitos alimentos podem fazer mal aos nossos pets, então tenha atenção redobrada! 

4. Caminhadas

Entre as atividades para fazer com o cachorro, a caminhada é a mais simples e uma das mais benéficas para o seu amigo.

Os passeios diários estimulam o enriquecimento ambiental físico e social. Afinal, nas caminhadas o seu pet terá interação com outras pessoas e animais, além de estreitar os laços entre o cachorro e o tutor, melhorando a confiança e o respeito.

5. Música para cachorros

Cães adoram música! Esse é um recurso de enriquecimento ambiental que pode acalmar e relaxar os pet e é ótimo para momentos em que o cão precisa ficar sozinho, mas não está acostumado com isso.

Há até mesmo estudos afirmando que músicas clássicas acalmam os cachorros e controlam aqueles com comportamentos agressivos. As vibrações desse tipo de música deixam o animal em estado de relaxamento por terem ação no sistema límbico do cãozinho, fazendo com que a frequência cardíaca dele diminua.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de mais novidades não se esqueça de baixar o app da Vets e nos seguir nas redes socias!

2 respostas

    1. Olá, Freitas!
      Ficamos muito feliz que tenha gostado 😊.
      Além de seguir nossas redes sociais, você também pode baixar o app da Vets e tirar sua dúvida pelo botão de Whatsapp.
      Estaremos prontos para tirar todas as suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber a News

Principais matérias

Baixe o App

Instagram da Vets