Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Caixa de areia para gatos – Tudo que você precisa saber!

Sem dúvidas, os felinos são um dos animais mais limpos e por isso um dos cuidados mais importantes é oferecer uma caixa de areia para gatos adequada, para que seu peludinho se sinta confortável em fazer suas necessidades. 

Desde bem filhotinhos esses animais já buscam por superfícies arenosas para fazer xixi e cocô, inclusive, costumam escondê-los com a areia, pois detestam colocar as patinhas em um local sujo. 

Bom, a parte deles é bem simples, mas também cabe ao tutor limpar a caixa de areia para gatos corretamente e garantir que ela esteja no local adequado. Além de alguns outros cuidados específicos. 

Então se você tem um bichano ou pensa em adotar um, confira todas as dicas para poder proporcionar o conforto e limpeza que seu peludo merece.

Como escolher uma caixa de areia para gatos?

Como já é do conhecimento de muitas pessoas, a caixa de areia é a versão do banheiro para os gatos. E se você está se perguntando por que usar areia, a resposta é bem simples: os gatinhos são extremamente higiênicos e têm o hábito de enterrar suas necessidades, para evitar odores. 

Mas para isso, eles precisam de uma caixa de areia adequada, não é mesmo? 

Em primeiro lugar, para que seu bichano faça as necessidades no local correto, é preciso que ele se sinta confortável, com espaço para se movimentar. 

O tamanho ideal da caixa de areia para gatos, ou caixa sanitária como também é chamada, é aquela onde ele consegue entrar na caixa com facilidade, dar uma voltinha e se movimentar sem dificuldade para enterrar. 

No mercado já existem inúmeras opções de caixas para escolher, seja ela aberta, fechada, com bordas altas, autolimpante, etc. O mais importante é o gatinho se adequar a ela. 

Como escolher a areia ideal?

Além da caixa de areia, também é essencial que o gatinho se sinta à vontade com a areia escolhida. No entanto, essa não é uma tarefa muito difícil. 

Os próprios gatinhos costumam ser capazes de selecionar qual o tipo preferido de areia, quando incentivado. Uma dica muito legal é  oferecer alguns tipos diferentes de areia em caixas separadas, lado a lado, e observar qual ele costuma usar com mais frequência. Essa será a ideal para ele.

Dentre os tipos de areia, as principais são as seguintes: 

Areia granulada – Esse costuma ser o tipo mais barato de areia para gatos, ela é muito boa para o controle de odor e também tem a facilidade de formar torrões quando entra em contato com a urina, facilitando a limpeza e manutenção.

Areia em formato de pedrinhas – Esse tipo é feito a partir de grãos de minério naturais, e apesar de possuir uma alta durabilidade e bom índice de absorção, ela não é tão eficiente em  ambientes fechados, pois não controla tão bem o odor.

Areia madeirinha – Esse tipo de areia também possui um ótimo custo benefício, geralmente vem com controle de odor e ainda proporciona bons níveis de absorção e durabilidade. 

Areia biodegradável – Essa areia é elaborada com fontes renováveis, como milho e mandioca, e pode ser facilmente descartada no vaso sanitário ou no lixo comum. Mas um ponto negativo é que, na maioria das vezes, não possuem grande absorção nem controle de odor. 

Areia de sílica – Com o aspecto de bolinhas, esta areia é feita a base de um gel com alto poder de absorção de líquidos. A vantagem é que ela pode ser utilizada por mais tempo, além disso, os grãos mudam de cor quando estão sujos, o que facilita na hora de limpar a caixa.

Quantas caixas de areia para gatos devo ter?

Outro grande cuidado para a higiene do seu bichano é se atentar a quantidade de caixas de areia que deve disponibilizar. 

Os gatos são bem exigentes quando se trata de privacidade e higiene. Segundo muitos especialistas, o correto é ter sempre uma para cada animal e mais uma extra. Ou seja, uma caixa a mais do que o número de gatos que moram na casa. 

Por exemplo, se você tem apenas um gatinho, deixe sempre duas caixas à disposição; Se são dois gatinhos em casa, três caixas é o suficiente; Três gatinhos, quatro caixinhas de areia, e assim por diante.

Qual o melhor local para colocar a caixa de areia para gatos?

Agora que você já sabe quantas caixas de areia para gatos precisa ter, está na hora de descobrir o melhor local para colocá-las. 

Os bichanos sempre preferem fazer cocô e xixi em um local calmo e sem barulho. Por isso, é importante se certificar de que o local escolhido seja reservado, onde as crianças e outros animais, por exemplo, não vão incomodá-lo. 

Outro dica é posicionar a caixa de areia perto da parede ou no canto entre duas paredes, para que o gatinho se sinta protegido e possa observar tudo que acontece enquanto se aliviam. 

É importante lembrar que as duas ou mais caixas de areia fiquem em diferentes locais, para que ele possa escolher onde é mais propício no momento. Mas por outro lado, elas devem ter um local fixo na casa, para que o peludo se acostume e não precise ficar procurando quando bater a vontade.

Como fazer a limpeza da caixa de areia para gatos?

Nós já mencionamos algumas vezes que os gatinhos são super higiênicos, não é mesmo? Isso se aplica também à limpeza do seu banheiro particular. 

A limpeza superficial, que consiste na retirada de cocô e xixi da caixinha de areia, deve ser feita todos os dias, pelo menos duas vezes. Caso contrário, é bem provável que seu gato procure outro lugar para fazer suas necessidades. 

Para essa limpeza rápida, existe uma pazinha própria, a qual permite que você limpe o local sujo e mantenha a areia ainda não usada. Então, basta peneirar a areia e jogar fora todos os vestígios de urina e cocô, depois reponha areia na caixinha, caso seja necessário.

Já a limpeza completa, ou seja, troca de toda a areia e higienização da caixa, precisa ser realizada de uma a duas vezes por semana, dependendo da frequência de uso. 

Em primeiro lugar, para a limpeza completa da caixa de areia para gatos, é preciso jogar toda areia fora e lavar bem a caixa com água e detergente neutro. Após enxaguar bem, basta secar e colocar areia nova. 

Uma dica que pode facilitar a sua vida é ter várias bandejas higiênicas, para alternar o uso. Assim, enquanto você lava uma, já pode deixar a outra pronta para uso.

Além disso, usar jornais e tapetes absorvente embaixo das caixas também ajuda para que o gatinho não leve sujeira nas patinhas e ainda facilita a limpeza do local.

Gostou do conteúdo? Para ficar por dentro de mais novidades não se esqueça de baixar o app da VETS e nos seguir nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber a News

Principais matérias

Baixe o App

Instagram da Vets