Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Doença do carrapato

O que é a doença do carrapato?

A doença do carrapato é transmitida para o animal quando o inseto, que já possui a doença, pica um cachorro, assim o vírus ou bactéria começa a se desenvolver no organismo. 

Existem duas formas da doença: 

Erliquiose – Quando a bactéria entra na corrente sanguínea do pet e ataca os glóbulos brancos.

Babesiose – Um protozoário se aloja no organismo do cão e ataca glóbulos vermelhos.

Independentemente da forma de contágio, a atuação da doença no organismo do cãozinho ocorre de forma similar: atacando as células de defesa e afetando órgãos vitais, como rins, fígado e pulmões.

A doença do carrapato é contagiosa e muito agressiva, por isso é muito importante manter a vacinação em dia e ficar sempre de olho no seu pet. 

Quais são os sintomas?

A doença do carrapato apresenta duas fases: aguda e crônica. Geralmente, ela é um pouco mais silenciosa no início e os sintomas mais marcantes começam a aparecer quando o cãozinho já está na fase aguda e mais grave. Os principais sintomas são: 

Fase aguda

  • Petéquias (pontinhos vermelhos em locais como abdômen, gengiva e olhos);
  • Hematomas;
  • Sangramento nasal, pela urina ou pelas fezes;
  • Apatia,
  • Perda de peso.
  • Falta de apetite;

Fase crônica

  • Olhos vermelhos;
  • Febre;
  • Anorexia;
  • Artrite,
  • Convulsões.

Ao perceber qualquer sinal de alteração na saúde de seu pet, procure um especialista imediatamente! Somente um veterinário saberá identificar e adotar o melhor tratamento. 

Como é feito o tratamento?

É preciso ressaltar que quanto mais rápido for o diagnóstico, mais tranquilo será o tratamento!

O médico-veterinário possivelmente pedirá alguns exames que detectam a presença do protozoário ou bactéria no organismo canino.

Com o diagnóstico feito, o tratamento da doença do carrapato é iniciado, geralmente com antibióticos, para combater o agente causador da doença, e pode durar de 15 a 30 dias, sempre com o acompanhamento de um veterinário. Nos casos mais graves, pode ser necessária uma transfusão de sangue para ajudar o cachorro a se recuperar. 

É muito importante que nessa fase, o pet tenha uma alimentação saudável e munida de todas as vitaminas e minerais para uma rápida recuperação.

Como prevenir a doença do carrapato? 

A melhor forma de prevenir a doença é evitando o contato do cãozinho com o carrapato. Para isso, uma dica é evitar áreas onde sabidamente há a presença desses ectoparasitas e sempre fazer uso de produtos contra pulgas e carrapatos no pet.

Além disso, outras formas de prevenção são:

  • Manter uma rotina de banho, para manter a pele do seu aumigo limpa e usar xampus carrapaticidas;
  • Limpar o ambiente frequentemente, para evitar focos do parasita;
  • Cortar a grama, no caso do local onde você vive ter quintal;
  • Sempre olhar o pelo do cachorrinho quando ele voltar do pet shop ou de algum passeio;
  • Ter uma alimentação balanceada, fortalecendo o sistema imunológico.

Se você quiser se informar sobre como acabar com as pulgas e carrapatos, é só clicar aqui

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de mais novidades não se esqueça de baixar o app da Vets e nos seguir nas redes socias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber a News

Principais matérias

Baixe o App

Instagram da Vets