Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

PIF – Peritonite Infecciosa Felina

O que é a Peritonite Infecciosa Felina?

A Peritonite Infecciosa Felina (conhecida como PIF), é uma doença infecciosa, relativamente rara e que afeta gatinhos de todas as idades, sendo mais comum em animais de até dois anos e com o sistema imunológico comprometido.

A PIF desenvolve-se a partir do coronavírus felino (FCoV) e ataca o sistema digestivo dos bichanos, podendo causar uma infecção severa na área chamada de peritônio, na parte interna da barriga. 

Porém apenas uma minoria dos gatos infectados desenvolve a Peritonite Infecciosa Felina, por não conseguirem uma resposta imunológica tão eficaz contra a infecção. 

A doença apresenta duas formas: PIF seca, quando ocorre o crescimento de nódulos nos órgãos interiores; e PIF úmida, quando ocorre o acúmulo de líquido no peritônio do gato. E somente um veterinário poderá dizer qual quadro o bichano desenvolveu. 

AH! E fique tranquilo, pois o coronavírus felino nada tem a ver com o vírus que é transmitido para humanos e nem para cães!

Como ocorre a transmissão da PIF?

A Peritonite Infecciosa Felina, infecta os gatinhos através do contato com outros animais ou ambiente já infectado com o vírus. O que pode ser por meio de fezes, quando eles cuidam um do outro, ou quando compartilham bandejas sanitárias e tigelas de comida.

As fêmeas contaminadas também podem transmitir o vírus para os filhotes durante a gestação ou pelo contato com secreções orais na amamentação e no banho, por exemplo.

Porém, uma boa notícia é que o vírus que causa PIF é sensível a desinfetantes comuns, portanto uma boa faxina já ajuda a prevenir novas contaminações. 

Há ainda uma outra forma de infecção, através de uma mutação no coronavírus entérico, que os gatos normalmente possuem no intestino. Essa mutação altera as proteínas de superfície do vírus, permitindo que ele passe a invadir células que antes não conseguia e se espalhe pelo organismo, dando origem à PIF.

Quais os sintomas da Peritonite Infecciosa Felina?

Na maioria dos casos, o gato pode contrair a PIF e eliminá-la como se nada tivesse acontecido, quando o sistema imune está fortalecido. Já em casos em que a resposta imunológica não é adequada, os felinos podem ter o vírus alojado em seu organismo por um longo período antes de apresentar qualquer um dos sintomas.

Os sintomas mais comuns, na PIF seca é o crescimento de nódulos nos órgão internos, enquanto na PIF úmida é o acúmulo de fluido no peito ou no abdômen. 

Em comum, as duas formas da doença podem apresentar sintomas secundários, como:

  • Febre
  • Vômito
  • Perda de apetite
  • Diarreia
  • Convulsões
  • Letargia
  • Perda de peso
  • Sinais neurológicos
  • Icterícia

Como tratar a PIF

Em primeiro lugar, assim que notar qualquer sintoma, é preciso entrar em contato com um médico veterinário, para que o diagnóstico preciso seja realizado, com o auxílio de exames específicos.

Hoje, os veterinários possuem acesso a técnicas específicas para detectar a presença da Peritonite Infecciosa Felina. 

Mas afinal, a PIF tem cura? Bom, infelizmente ainda não existe um remédio que aja diretamente no foco da doença, mas com um tratamento adequado o felino pode viver uma vida normal e muito confortável, durante muitos anos. 

O tratamento é feito com um fármaco aplicado por via subcutânea que impede a replicação viral e pode aumentar a resposta imune do gato.  

O uso de antibióticos, imunossupressores e antitérmicos também é comum. Além disso, o animal poderá receber suporte com fluidoterapia e fortalecimento nutricional.

Como prevenir que meu gato contraia Peritonite Infecciosa Felina?

Em casos de doenças infecciosas, como a PIF, o melhor é prevenir! Alguns cuidados que os tutores podem ter para proteger seus bichanos incluem:

  • Restringir o acesso à rua; 
  • Evitar o contato com gatos desconhecidos;
  • Oferecer ração de qualidade;
  • Isolamento em caso de um gatinho já doente
  • Higienização frequente dos ambientes, caixas de areia e acessórios do pet

Gostou do conteúdo? Para ficar por dentro de mais novidades não se esqueça de baixar o app da Vets e nos seguir nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber a News

Principais matérias

Baixe o App

Instagram da Vets