Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Vacina para coelho – Mixomatose e Doença Hemorrágica Viral

Quais são as vacinas para coelho?

Assim como os cães e os gatos, em alguns casos, também é necessário administrar a vacina para coelho, pois esses peludinhos também contraem doenças que podem colocar a sua saúde em riscos.

São duas vacinas principais para proteger os coelhinhos: uma que previne a mixomatose e a outra que previne a doença hemorrágica viral, ambas doenças extremamente sérias, com maior ocorrência na Europa. 

Apesar de não serem comuns no Brasil, essas vacinas não são obrigatórias no Brasil. Porém, as doenças são extremamente contagiosas e por isso é melhor perguntar ao seu veterinário quais são as vacinas recomendadas na sua localidade.

Vacina contra Mixomatose

A mixomatose é uma doença que causa tumores nos tecidos conjuntivos, transmitida através de mosquitos, pulgas ou por contato com um animal infectado. Ela é altamente contagiosa e, infelizmente, possui quase 100% dos casos levados a óbito. 

1970 houve uma grande pandemia de Mixomatose que dizimou toda a população de coelhos da Espanha, e ainda hoje, não se conseguiu controlar a epidemia entre os coelhos selvagens, mas graças à vacina podem ser evitados muitos casos em animais domésticos.

Os sintomas da Mixomatose não são facilmente visíveis: o coelho fica debilitado e passa a comer menos, de modo que só é detectada quando já está num estado avançado demais. 

Sendo assim, essa vacina para coelho é mais importante, principalmente para os peludinhos que vivem no exterior ou na zona rural.

Vacina contra a Doença Hemorrágica Viral

A doença hemorrágica viral se espalha muito rápido, com um período de um a três dias de incubação ela pode levar o coelho dentro de algumas horas. Ela é transmitida principalmente  através do contato com as fezes, entre outras formas indiretas, de animais já contaminados com o vírus RHDV2.

Os animais infectados podem sofrer inchaços, sangramentos internos e danos no fígado. Entretanto, a evolução da doença costuma ser bem rápida, muitas vezes, sem a chance de proporcionar o tratamento adequado. 

Sendo uma doença tão rápida e letal, a melhor forma de prevenção é através da vacinação contra o vírus da doença hemorrágica dos coelhos. 

Quando dar a vacina para coelho

O momento mais indicado para administrar a vacina para coelho é a partir dos 2 meses de idade do peludo. 

E como as duas vacinas são fortes, a recomendação mais frequente entre os veterinários, é  que se espere pelo menos um intervalo de duas semanas entre cada uma delas. 

Depois que as primeiras doses forem aplicadas, é necessário realizar um reforço periódico. No caso da mixomatose, esse reforço deve ser realizado a cada seis meses, já no caso da doença hemorrágica, o reforço é anual. 

A melhor época para aplicação da vacina para coelho é na primavera, visto que no verão é quando se produz um aumento dos casos das doenças. Mas de qualquer forma, não há nenhum tipo de restrição e seu peludinho pode ser vacinado durante todo o ano. 

O ideal é sempre conversar com seu veterinário! Só ele poderá indicar a necessidade da vacinação. Afinal, dependendo da espécie de coelho e do país em que você vive, há maior suscetibilidade ao contágio dessas doenças. 

Marque já uma consulta com os vetrinários especializados da Vets e garanta a saúde do seu dentucinho.

Gostou do conteúdo? Para ficar por dentro de mais novidades não se esqueça de baixar o app da Vets e nos seguir nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber a News

Principais matérias

Baixe o App

Instagram da Vets